Livros que pretendo ler em 2012

Pois é, início de ano atrai planejamento. Na vida pessoal, tenho algumas mudanças nada fáceis pela frente. Na vida literária, a lista é gigantesca. Entre meus planos, posso citar:

  • Terminar meu livro juvenil – A Turma do CP500;
  • Acompanhar a produção da peça de teatro que será feita com meu livro “Caixa de Desejos”;
  • Trabalhar o roteiro da peça de teatro que será feita com meu livro inédito da bruxinha que queria ser fada;
  • Batalhar uma editora para meu romance adulto;
  • Começar a escrever o próximo romance adulto;
  • Conseguir manter em dia todas as edições do jornal Sobrecapa Literal (http://www.sobrecapaliteral.com.br);
  • Participar dos principais concursos literários (acreditem, eu perco prazo por falta de tempo);
  • Ler os livros que estão me encarando na estante…

Dos itens acima, o último, que fala das leituras programadas é bem especial. Alguns títulos já estão aqui em casa, só precisam se ajeitar na fila dos livros que serão lidos. Um disputando com o outro a preferência do meu tempo tão curtinho, mas tão prazeroso. Um tempo para me embriagar com literatura. Outros títulos ainda estão na livraria, lá pelas prateleiras esquecidas, mas já constam numa lista nobre, a fila do “a comprar” ou “do ganhar de presente de aniversário, de dia das mães, etc”.

E como sou leitora compulsiva, acabo visitando no final do ano as listas de melhores livros que foram escritas por alguns colegas, aumentando minha dose de culpa. 😉

Confiram alguns links que citei e montem suas próprias listas das leituras de 2012:

I) Lista “Os melhores livros de 2011”, publicada no Jornal O Globo e escolhida por Mànya Millen, José Castello e Guilherme de Freitas.

II) Lista “Livros do ano? Me vê meia dúzia”, publicada pelo Sérgio Rodrigues, no seu blog Todoprosa.

III) Lista “50 melhores livros” infantis escolhidos pelo Estadinho.

IV) Lista “Os melhores livros que eu li em 2011”, publicada pela escritora Ivana Arruda Leite, em seu blog Doidivana.

Dessas listas eu já li O Senhor do Lado Esquerdo e é realmente um romance muito bom, e Amor sem fim, que, inclusive, entrou na minha lista dos melhores livros de 2011.

Na minha lista do “a comprar” já constavam:

  • Diário da Queda, de Michel Laub
  • A máquina de fazer espanhóis, de valter hugo mãe
  • Desonra, de Coetzee (adoro os textos dele)
  • Nêmesis, de Philip Roth (gosto muito dos textos do Roth, aliás um de seus romances entrou na minha lista)
  • Habitante irreal, de Paulo Scott

Na minha fila do “comprado e pronto para escolher em que ordem será lido” estão:

  • Como funciona a ficção, de James Wood
  • Liberdade, de Jonathan Franzen

Filas organizadas, é só colocar ordem na casa literária. Lembrando que Claraboia, de Saramago abriu a fila de leitura de 2012. Estou no início, mas gostando muito do livro. Divido com vocês uma frase da página 11: “A voz de Mariana era tão gorda como a sua dona. E era tão franca e bondosa como os olhos dela”.

Agora, me resta olhar também na minha estante alguns títulos comprados em 2010 e 2011 para saber quem será o próximo após Claraboia. São tantos, mas alguns que me chamam com mais frequência:

  • Clarice na Cabeceira – romances, org. de José Castello
  • A palavra ausente, de Marcelo Moutinho
  • Mururu no Amazonas, de Flávia Lins e Silva
  • Os Malaquias, de Andréa Del Fuego
  • Milagrário Pessoal, de José Eduardo Agualusa
  • A louca da casa, de Rosa Montero
  • Domingos sem Deus, de Luiz Ruffato
  • A Ilha, de Flávio Carneiro
  • Luzia, de Susana Fuentes
  • A trégua, de Mario Benedetti
  • Conexão Magia, de Helena Gomes e Rosana Rios
  • O Adolescente, de Dostoiévski
  • Tia Julia e o escrevinhador, de Mario Vargas Llosa

Ainda bem que 2012 tem um dia a mais. 🙂 Assim, talvez, eu consiga dar conta de tudo. Vamos ver quem vence essa corrida para vir parar no meu colo. Sabendo que os infantojuvenis têm prioridade de leitura e sempre passam a frente. 😉

Boa leitura pra vocês também!

Anúncios