Dia Internacional do Livro Infantil / Lançamento do meu livro

Hans

Ao ver a capa desse livro, sinto-me automaticamente transportada para outro mundo. Andersen nos mostrou como é bom nos mudarmos temporariamente para esse universo mágico e poderoso. Não é à toa que foi escolhida a data de hoje como Dia Internacional do Livro Infantil, pois foi em 2 de abril de 1805 que nasceu Hans Christian Andersen. É dele histórias como O patinho feioA princesa e o grão de ervilhaO soldadinho de chumboO rouxinol e o imperador, A pequena vendedora de fósforos, A roupa nova do imperador, entre outras narrativas especiais.

Mas não foi somente Andersen quem nos mostrou como ter acesso a esse universo mágico, Grimm também fez isso. E tantos outros autores de literatura infantil, de todos os países. E aqui mais perto tivemos o privilégio de ter autores que transformaram o livro infantil em um tesouro não só capaz de introduzir as crianças no mundo literário, como prender adultos nessa biblioteca de emoções por toda vida.

Como não se encantar ao lembrar das histórias de Monteiro Lobato, Lygia Bojunga, Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Bartolomeu Campos de Queirós, Ziraldo, Pedro Bandeira, Marcos Rey, Tatiana Belinsky, Maria Clara Machado e tantos outros escritores que nos ofertam, diariamente, essa passagem mágica.

E por aqui também temos nossa data especial. Dia 18 de abril comemoramos o Dia Nacional do Livro Infantil, em homenagem à Monteiro Lobato nascido nessa data. Não é à toa que abril é considerado o mês do livro infantil.

Precisamos aproveitar essa bênção. Vamos aproveitar essa passagem no tempo, gratuita e poderosa, capaz de revirar nosso olhar, remexer nossos sentimentos e rearrumar nossos pensamentos. Vamos pegar um livro nas mãos e comemorar todos os dias o presente que ele nos oferta, sem pedir nada em troca, a não ser a nossa cumplicidade.

Eu tenho muito que comemorar. Tenho que comemorar esse amor que me pegou de jeito, quando ainda era menina, e essa magia que me atraiu com tanta força, que me jogou dentro dessas páginas das quais não quero mais sair, enquanto não criar todas as histórias que estão borbulhando dentro de mim.

Viva o Dia Internacional do Livro Infantil!!!

****************

Sem título-1

E falando em comemoração, preciso comemorar mais um livro que nasce desse meu encantamento.

No próximo domingo, lanço meu quinto livro, o segundo pela Editora Escrita Fina que caprichou no projeto gráfico e em todas as etapas da produção do meu novo filhinho literário, que veio à luz com as maravilhosas ilustrações de Cris Alhadeff.

Amizade Desenhada é um texto com muito significado pra mim, não só por abordar dois temas delicados (bullying e diferenças), como também por trazer uma declaração de amor a essa parceria entre os autores de texto e imagem, que fazem da literatura infantojuvenil uma literatura tão mágica.

Na história (levada ao público em 2012, no programa ABZ do Ziraldo), Rita adora desenhar, enquanto Violeta adora escrever. Enquanto uma é caladinha, a outra fala pelos cotovelos. Mas a amizade que surge entre as duas talvez só precise de papel, lápis e muita imaginação. E essa amizade será capaz de mostrar o quanto as diferenças existem muito mais para unir do que para separar.

Espero vocês para celebrar comigo mais esse nascimento literário. Estou providenciando uma tarde especial, com muita alegria, leituras e bate-papo. Reservei, também, um brinde exclusivo para os amigos guardarem de lembrança.

Por coincidência, essa é a Semana de Combate ao Bullying, de acordo com um projeto de lei, aprovado em fevereiro pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e sancionado pelo governador Sérgio Cabral. A lei determina a realização de estudos, palestras, atividades ou apresentações de caráter didático e de interação social, desenvolvidas no decorrer da semana para conscientização, prevenção e combate às práticas de bullying no ambiente escolar.

É uma pena que essa lei tenha sido criada a partir da tragédia ocorrida em 2011. Mas ainda é hora de mudar. Ainda é hora de pensarmos que as diferenças existem para unir os muitos lados de uma sociedade, não para discriminar, não para segregar. O bullying segrega quem é diferente só pelo fato de ser diferente.

Que as crianças possam entender, ainda na sua fase mais inocente, o quanto é bom ter um amigo!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Dia Internacional do Livro Infantil / Lançamento do meu livro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s